Veja os destaques da Black Friday 2017

Veja os destaques da Black Friday 2017

A Black Friday desse ano gerou R$2,1 bilhões em faturamento para o e-commerce, teve alta de 10,3% comparado aos R$1,9 bilhão registrados no mesmo período do ano passado. O número de pedidos também cresceu, foram 14% a mais em relação ao ano passado, saltou de 3,30 milhões para 3,76 milhões, enquanto o tíquete médio fez o caminho inverso e caiu 3,1%, de R$580 para R$562.
A queda do tíquete médio já era uma tendência confirmada pela Ebit na véspera da Black Friday, quando os varejistas iniciam às vendas com mais descontos nos produtos.
“Para atrair o consumidor, os varejistas fizeram ações promocionais mais agressivas nas categorias de maior valor agregado, que são as mais consumidas no e-commerce e isso refletiu no gasto médio” – afirmou Pedro Guasti, CEO da Ebit.
O grande destaque da Black Friday desse ano foi o crescimento no volume de pedidos, praticamente o dobro do estimado pela Ebit.
“Ao contrário das duas últimas edições, que foram pautadas pelo crescimento no tíquete médio, neste ano o grande vetor do crescimento foi no número de pedidos. Lojistas de todos os segmentos ofereceram produtos com descontos reais e isso atraiu o consumidor” – comenta Pedro Guasti.
Outra tendência confirmada na Black Friday 2017 foi o crescimento das compras realizadas através dos dispositivos móveis. O número de pedidos realizados via celular aumentou 81,8% na comparação com o ano passado. Foram quase 30% dos pedidos realizados por meio de dispositivos móveis.
Neste ano, a novidade da pesquisa realizada pelo Ebit foi a nova metodologia utilizada, que passou a contabilizar também a véspera do dia da Black Friday.
“A quinta-feira já é parte da Black Friday e deve ser somada ao resultado do evento. O conjunto de fatores que incluem a antecipação das ofertas, sites com poucas falhas e consumidor já realizando compras no final da tarde de quinta-feira, resultaram num pico de vendas das 18h às 0h na véspera da Black Friday, horário no qual a Ebit registrou o maior crescimento em comparação ao ano anterior” – Comenta André Dias, COO da Ebit.
Confira o ranking das principais categorias da Black Friday por volume de pedidos e faturamento:

E você, o que acha? Se gostou, por favor comente e compartilhe, até a próxima!
Como o Bling pode facilitar a gestão do seu negócio?

Como o Bling pode facilitar a gestão do seu negócio?

Antes de falar do Bling, precisamos entender melhor o que é um sistema de ERP.
O que é um sistema ERP (Enterprise Resource Planning)?
O ERP é um Sistema de Gestão Empresarial que ajuda a aprimorar e otimizar os diversos setores da empresa, desde a administração, logística, financeiro, RH, tudo isso integrado, deixando os processos mais inteligentes e de fácil acesso.
As Empresas que utilizam uma plataforma de ERP tem uma ótima alternativa para simplificar, controlar e gerenciar os serviços de sua empresa como: recebimento de pedidos; emissão de notas fiscais eletrônicas, verificação de pagamentos, boletos bancários, emissão de etiquetas para os correios; expedição de encomendas e todo o acompanhamento dos pedidos em um só sistema.
A emissão de nota fiscal online é um dos diferenciais de qualquer sistema ERP, porque você economiza tempo, e evita muitos erros comuns nesse processo de emissão de notas fiscais.
Algumas vantagens de trabalhar com um Sistema ERP:
Emissão de Notas Fiscais e NFe;Emissão de Boletos Bancários Automaticamente;Controle de Estoque;Controle Financeiro;Controle de Vendas e Orçamentos;Integração Total com sua Loja Virtual;Frente de Caixa;Relatórios Gerenciais;Segurança de Dados;Custo Acessível;
Você já conhece o Bling?
O Bling é um sistema ERP perfeito para a gestão empresarial que nasceu com a missão de ser a solução para empreendedores otimizarem e gerenciarem os seus negócios.
Hoje, o Bling está entre os 20 aplicativos para empreendedores mais utilizados entre os brasileiros segundo a Exame. O Bling é um sistema de gestão online com extensão mobile, permitindo organizar suas vendas, controle do estoque, organiza suas finanças, notas fiscais eletrônicas, cadastros, entre outras funcionalidades, tudo isso em uma plataforma 100% online, que você pode acessar até mesmo fora do ambiente de trabalho, através de smartphone ou tablets.
O Bling oferece integração com 75 plataformas de e-commerce e as principais marketplaces do mercado, além disso, é integrado com SIGEP Web dos correios, por isso é de extrema importância para quem trabalha com loja virtual utilizar essa ferramenta.
Quer saber mais? Acesse o site: www.bling.com.br
A MT Soluções é parceira do Bling, além de oferecer os seus planos, também oferecemos um treinamento especializado, para que você domine o Bling e assim gerenciar a sua loja e otimizar os seus negócios sem maiores dificuldades.
Até a próxima!
3 Tendências para o Comércio Digital

3 Tendências para o Comércio Digital

Você está pensando em abrir uma loja virtual? Temos boas notícias para você!
Uma pesquisa realizada pelo Forrester Research a pedido do Google indica que nos próximos anos as vendas online irão dobrar até 2021, uma média de crescimento de 12,4% ao ano.
Uma previsão que em cinco anos, o varejo deve crescer mais de 70%, devido ao grande número de usuários na web. A perspectiva é de um aumento de 42% nas vendas online, um total de R$ 365 bilhões (desconsiderando o comércio eletrônico de alimentos e bebidas).
Dentro desta perspectiva, serão mais de 27 milhões de pessoas comprando pela primeira vez na pela internet, somando 67,4 milhões de consumidores online.
O estudo também descobriu que os clientes brasileiros estão presentes em todos os canais das marcas (espaço físico, aplicativo e site), esse estudo indica que os brasileiros chegam a gastar 40% a mais do que os consumidores que se utilizam apenas um canal.
Confira 3 tendências para o comércio digital para os próximos anos, segundo a pesquisa realizada pelo Forrester Research:
1# Setores Promissores
O estudo revelou setores mais promissores devem crescer acima da média nos próximos anos.
Foram avaliadas várias categorias do varejo digital, entre elas: roupas, artigos e roupas esportivas, televisores, computadores, móveis, cosméticos, livros, alimentos e bebidas.
Entretanto, nos próximos anos algumas delas devem crescer acima da média, como: artigos e roupas esportivas (17%), livros (17%) e roupas e beleza (15%).
2# Aumento nas vendas através de dispositivos móveis
Aumento considerável em vendas por dispositivos móveis. Em 2016, 19% das vendas de e-commerce ocorreram por meio de dispositivos móveis, movimentando quase R$ 9 bilhões em vendas. Atualmente, 30% dos internautas só podem ser alcançados por dispositivos móveis, porque não tem acesso a outro dispositivo. Segundo a pesquisa, esse número em 2021, terá um aumento de 41%, correspondente a R$ 35 bilhões.
3# Entregas no mesmo dia
O futuro é promissor na área da logística e vai estabelecer um novo padrão de entregas.
A velocidade das entregas tendem a evoluir junto com o aumento das vendas, e para os varejistas não perderem vendas por atraso ou perdas das encomendas, uma nova forma de entrega será mais do que bem vinda. São eles, os drones! que serão os próximos carteiros dos maiores e-commerces do mundo. Entregas que levariam dias, serão realizadas em poucas horas.
A Amazon foi a primeira companhia a prever essa tendência, iniciando a pesquisa desse tipo de tecnologia de entregas rápidas através de drones, mas enquanto a companhia americana está fazendo testes e ajustes, a companhia JD.com, da China, já transformou tendência em realidade. O futuro chegou!
De acordo com o levantamento, os motivos para o aumento das vendas online, são: maior confiança do consumidor na hora de realizar uma compra, a ascensão de marketplaces e consumidores mais ativos e presentes na internet.
Se você conhece novas tendências para o varejo digital, deixe aqui o seu comentário e compartilhe essas tendências com os seus amigos.
Até a próxima.
5 dicas para abrir uma loja virtual

5 dicas para abrir uma loja virtual

Se você sonha ou tem interesse em abrir uma loja virtual, esse artigo é para você.
Você decidiu abrir um negócio online, mas não sabe por onde começar?
Temos algumas dicas que vão lhe ajudar a tirar o seu negócio do papel e atingir os seus objetivos na hora de abrir uma loja virtual.
Primeiramente, montar uma loja virtual pode ser muito mais simples do que se parece. Para não ter muita dor de cabeça, comece com foco em administrar e manter o controle em sua loja virtual, procure sempre conhecer todas as ferramentas que podem lhe ajudar a gerenciá-la e vender mais com baixo custo de investimento.
Para iniciar um negócio online, é necessário escolher um nicho de mercado, uma plataforma de e-commerce ideal para o seu negócio e elaborar um plano de marketing para vender mais e fidelizar os seus clientes.
Vamos as dicas para abrir uma loja virtual:
1# Escolha um nicho de mercado do seu interesse
Para escolher um nicho de mercado, você deve primeiramente pesquisar tudo sobre o seu negócio. Antes de abrir uma loja virtual, é necessário decidir sobre quais serão os produtos que você vai vender, quais serão os serviços que você vai oferecer, escolher como será realizado as entregas e o mais importante, identificar onde o seu público-alvo se localiza. É muito importante trabalhar em uma área de seu interesse e que você já possua algum tipo de conhecimento, pois ao longo do tempo poderá ter mais dificuldades com um mercado em que você não domina.
2# Encontre uma plataforma de e-commerce
Para abrir uma loja virtual, é necessário encontrar uma plataforma de e-commerce.
A plataforma deve conter configurações para realizar as alterações no layout da loja, inclusão de produtos e alterações de preços.
Para encontrar a melhor plataforma para o seu negócio, deve-se considerar as seguintes funcionalidades: integração com ferramentas de apoio ao funcionamento da loja, como ERPs (Gestão da Loja) e CRMs (Gestão de relacionamento com o cliente), sistemas antifraude, suporte, marketplaces, sistema de segurança e pagamentos.
3# Encontre uma transportadora confiável
Você já pensou em como serão feitas as entregas da sua loja?
Uma das primeiras opções de entrega, e que muitas plataformas usam são os serviços dos Correios, é uma excelente escolha, porém você terá que arrumar tempo e disposição só para ir até uma agência para fazer o envio do produto. Por isso, é recomendável utilizar mais de uma transportadora, além de conhecer os serviços de uma transportadora ou dos fornecedores, é essencial para o seu negócio saber qual delas tem o melhor preço e qual delas entregam mais rápido. Após analisar a melhor transportadora, deixe que entreguem os produtos diretamente para os seus clientes, assim você pode economizar, tempo e dinheiro sem maiores dificuldades.
4# Divulgue a sua Loja
Após montar a sua loja, está na hora de atrair o seu público-alvo com publicidades que o converterá em clientes potenciais para o seu negócio.
Você pode começar a divulgação da sua loja em redes sociais, e-mail marketing ou criação de conteúdos em blog.
Investir em links patrocinados no Google AdWords também é uma ferramenta de publicidade excelente para quem quer vender e divulgar os seus produtos e serviços, que utilizando a estratégia certa, você vai conseguir divulgar a sua loja para todo o Brasil e consequentemente gerar mais leads e conversões.
5# Saiba escolher os seus Parceiros
Se você está abrindo uma loja virtual e não sabe como e por onde começar, aqui vai uma dica super útil, tenha parceiros!
Conheça quem pode lhe ajudar a tirar o seu negócio do papel, procure por agências especializadas em e-commerce e tenha sempre em mente que, com ajuda especializada, você tem mais chances de abrir um negócio rentável e com certeza as dificuldades serão menores.
Caso não tenha nenhum conhecimento para abrir a sua loja virtual, entre em contato com a MT Soluções.
A MT Soluções é especializada em implantação e soluções para e-commerce, e tem um plano ideal para cada tipo de negócio, saiba mais através do e-mail: [email protected]
Até a próxima!
3 Dicas úteis para Google AdWords

3 Dicas úteis para Google AdWords

Quer saber como melhorar a sua campanha no Google AdWords? Se você ainda não utiliza essa ferramenta, pode ter certeza que você anda perdendo muitos clientes para o concorrente.
Mas o que é esse tão falado Google Adwords?
O Google AdWords é o sistema de Links Patrocinados voltado para a publicidade, foi criado para anunciantes que desejam vender seus produtos e serviços para bilhões de pessoas via páginas dos site de buscas do Google.
Com o AdWords é possível gerenciar e configurar qualquer tipo de anúncio, além disso, também é possível segmentar um tipo de público-alvo bem específico, utilizando uma série de requisitos como: idade, sexo, região geográfica, podendo atingir um maior número de clientes em potencial para o seu negócio.
O Google AdWords é basicamente um leilão, a cobrança dos anúncios é realizada de acordo com os cliques (CPC). O AdWords possuí um mecanismo que conta os cliques que foram feitos em seus anúncios e te cobra por cada clique. Ele também conta as impressões, que são a quantidade de vezes que seu anúncio foi exibido nas pesquisas por palavra-chave que você definiu.
Os principais relatórios que você pode utilizar no AdWords para avaliar e mensurar a sua campanha são os de palavras-chave, termos de pesquisa, estatísticas sobre leilões e funis de pesquisa.
Quer se aprofundar mais no assunto? Então acesse:https://adwords.google.com/home/how-it-works/
Vamos as dicas!
1# Ajuste as suas campanhas de acordo com localização do seu público-alvo
O desempenho da sua campanha pode variar de acordo com a localização que o seu público-alvo está mais ativo, por isso é muito importante segmentar o tipo de anúncio como por exemplo, definir o país, cidade ou raios por km que você vai atender, quanto mais próxima do seu cliente melhor na hora de fazer uma venda, pois a maioria das pessoas preferem comprar de uma loja em que eles possam visitar, do que comprar as cegas. Outra vantagem, é poder colocar o seu anúncio para ser exibido somente para os seus potenciais clientes, evitando muitos cliques, perda de tempo e dinheiro.
2# Explore as palavras-chave negativas
As Palavras-chave negativas ajudam excluir resultados de busca que não estão relacionadas com o seu tipo de negócio. Ao adicionar palavras-chave negativas, você evita que seu anúncio seja exibido para pessoas que não estão procurando pelo seu produto.
Isso ajuda a economizar dinheiro e a melhorar a posição no rank de anúncios. Portanto, analise bem e explore ao máximo esses recursos, que são de extrema importância para ter um bom posicionamento da sua marca.
3# Configure os seus anúncios para usuários móveis
Em 2016, a empresa Monetate públicou um estudo informando que a taxa de conversões em dispositivos mobile ultrapassou as realizadas através de computadores, os conteúdos acessados por smartphones e tablets cresceram 2,7% e foram 0,84% maiores que nos desktops, em média.
Sabendo disso, configurar os anúncios para exibição em dispositivos móveis garantem um crescimento de 30% no CTR. Além disso, você pode ativar extensões de chamada, extensões de endereço da empresa, download de aplicativos, entre outros. Isso faz total diferença em um anúncio, atraindo mais visitantes e consequentemente mais cliques e conversões.
Gostou dessas dicas? quer saber mais sobre como melhorar a sua campanha? entre em contato com a MT Soluções e não esqueça de compartilhar essas dicas com os seus amigos e clientes.
Até a próxima!